Retomada do setor: vendas de caminhões avançam 46,7% em 2018

A retomada da confiança de frotistas levou crescimento considerável do setor de caminhões em 2018. Números divulgados pela Fenabrave – federação que representa a distribuição de veículos automotores em território nacional, mostram que foram emplacados 76,4 mil unidades no acumulado de janeiro a dezembro, o que significa alta de 46,7% sobre as 52.068 unidades vendidas em 2017.

Ainda de acordo com os dados da federação, este foi o melhor desempenho registrado desde 2015, quando foram licenciados 71.767 veículos.

Na análise isolada de dezembro também nota-se avanço. Com 7.607 unidades licenciadas houve aumento de 23,21% sobre as 6.174  unidades registradas no mesmo mês do ano passado.

Além de mais disposição para investimentos em novos veículos impulsionados principalmente pela expectativa do crescimento do PIB, outros fatores impactaram o bom resultado do setor. Sérgio Zonta, vice-presidente da Fenabrave para o setor de caminhões, disse que a participação mais ousada dos bancos privados e de montadoras nos financiamentos viabilizaram as vendas:

“Outro movimento que observamos foi a formação de frota própria de empresas que até então terceirizavam. Isso foi uma consequência da greve dos caminhoneiros ocorrida em maio”.

Entre os segmentos, os caminhões pesados foram os mais vendidos no ano com participação de 45,5%, seguidos dos semipesados com 24,9%, leves, com 8,5% e, por último, os semileves, com 5,98%.

Com relação a participação em vendas, a Mercedes-Benz foi a marca que mais se destacou com uma fatia de 29,1%, depois vem Volkswagen Caminhões e Ônibus, com 24,5%, Volvo (13,9%), Ford (12,1%), Scania (11,1%), Iveco (3,6%) e DAF ( 3,07%). (Confira aqui os modelos mais emplacados em 2018).

Fonte: Transporta Brasil